sexta-feira, 28 de agosto de 2009

O resultado de crer em Jesus


(1Jo 5:11, 12) - E o testemunho é este: que Deus nos deu a vida eterna; e esta vida está no seu Filho. Aquele que tem o Filho tem a vida; aquele que não tem o Filho de Deus não tem a vida.

Deus concedeu um dom maravilhoso à humanidade. Esse dom é a vida eterna (1Jo 5:11, 12). Porém, ela só está disponível em Jesus Cristo. Como podemos receber esse dom? Pela aceitação do testemunho de Deus sobre Seu Filho; isto é, crendo em Jesus e aceitando-O.


4. O que o apóstolo João ensina em seu Evangelho sobre a vida eterna?

a. Jo 3:16 - Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna

b. Jo 3:36 - Por isso, quem crê no Filho tem a vida eterna; o que, todavia, se mantém rebelde contra o Filho não verá a vida, mas sobre ele permanece a ira de Deus.

c. Jo 5:24 - Em verdade, em verdade vos digo: quem ouve a minha palavra e crê naquele que me enviou tem a vida eterna, não entra em juízo, mas passou da morte para a vida.

d. Jo 6:54 - Quem comer a minha carne e beber o meu sangue tem a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia.

A discussão de João sobre a fé em Jesus, quem é Jesus e por que podemos aceitar o testemunho de Deus não é um exercício acadêmico. Tem um claro objetivo prático; isto é, encontrar a vida eterna no Filho de Deus. Os oponentes de João – que questionavam a verdadeira divindade de Cristo, ou que questionavam a verdadeira humanidade de Cristo, ou que pretendiam separar o divino do humano – tinham uma visão diferente de Jesus e não criam nEle no sentido bíblico. Pelo motivo de que não tinham o Jesus das Escrituras, não tinham a vida eterna. Mesmo que alegassem ter a vida eterna, apesar de terem um conhecimento superior e um bom sentimento de que tinham a vida eterna, suas afirmações não eram verdadeiras.


5. “A vida eterna só é possível por meio de Jesus Cristo.” Quais são as implicações dessa declaração?


1Jo 5:11, 12 - E o testemunho é este: que Deus nos deu a vida eterna; e esta vida está no seu Filho. Aquele que tem o Filho tem a vida; aquele que não tem o Filho de Deus não tem a vida.


João afirma claramente que os que não têm o Filho de Deus não têm vida, e os que têm Jesus têm a vida eterna. Essas são palavras muito fortes, cheias de implicações incríveis para toda a humanidade. Não se nega que os assuntos de salvação sejam realmente importantes. São, literalmente, uma questão não só de vida ou morte, mas de vida eterna ou morte eterna. Você não pode pensar em algo mais sério que isso.


Que dizer de pessoas que nunca tiveram a oportunidade de ouvir o evangelho apresentado de maneira clara? Estão todos automaticamente perdidos? Enquanto você procura pensar em sua resposta, não se esqueça de levar em conta o amor universal de Deus por toda a humanidade. Como você pode aprender a confiar melhor no Senhor sobre essa questão difícil?



Estudo adicional


Mt 16:13-17; - Indo Jesus para os lados de Cesaréia de Filipe, perguntou a seus discípulos: Quem diz o povo ser o Filho do Homem? E eles responderam: Uns dizem: João Batista; outros: Elias; e outros: Jeremias ou algum dos profetas. Mas vós, continuou ele, quem dizeis que eu sou? Respondendo Simão Pedro, disse: Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo. Então, Jesus lhe afirmou: Bem-aventurado és, Simão Barjonas, porque não foi carne e sangue que to revelaram, mas meu Pai, que está nos céus.


Jo 12:37-46. - E, embora tivesse feito tantos sinais na sua presença, não creram nele, para se cumprir a palavra do profeta Isaías, que diz: Senhor, quem creu em nossa pregação? E a quem foi revelado o braço do Senhor? Por isso, não podiam crer, porque Isaías disse ainda: Cegou-lhes os olhos e endureceu-lhes o coração, para que não vejam com os olhos, nem entendam com o coração, e se convertam, e sejam por mim curados. Isto disse Isaías porque viu a glória dele e falou a seu respeito. Contudo, muitos dentre as próprias autoridades creram nele, mas, por causa dos fariseus, não o confessavam, para não serem expulsos da sinagoga; porque amaram mais a glória dos homens do que a glória de Deus. E Jesus clamou, dizendo: Quem crê em mim crê, não em mim, mas naquele que me enviou. E quem me vê a mim vê aquele que me enviou. Eu vim como luz para o mundo, a fim de que todo aquele que crê em mim não permaneça nas trevas


"'NEle estava a vida, e a vida era a luz dos homens’ (Jo 1:4). Não é a vida física que é aqui especificada, mas a imortalidade, a vida que é exclusivamente propriedade de Deus. O Verbo, que estava com Deus e era Deus, possuía essa vida. A vida física é algo que todo indivíduo recebe. Não é eterna nem imortal; pois Deus, o doador da vida, toma-a outra vez. O homem não tem domínio sobre sua vida. A vida de Cristo, porém, não era de empréstimo. Ninguém pode arrebatar-Lhe essa vida. ‘Eu de Mim mesmo a dou’ (Jo 10: 18), disse Ele. NEle havia vida, original, não tomada por empréstimo, não derivada. Essa vida não é inerente ao homem. Ele só a pode possuir mediante Cristo. Não a pode ganhar por mérito; é-lhe dada como dádiva livre, se ele crer em Cristo como seu Salvador pessoal. ‘A vida eterna é esta: que Te conheçam, a Ti só, por único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste’ (Jo 17:3). Esta é a fonte de vida, aberta ao mundo” (Ellen G. White, Mensagens Escolhidas, v. 1, p. 296, 297).


Extraído de: http://www.cpb.com.br/htdocs/periodicos/licoes/adultos/2009/frlic932009.html




Um comentário:

  1. Off Topic

    Em conjunto com o Blog o Mundo by Thaís, estamos lançando uma campanha de protesto virtual para o período de 07 a 20 de setembro.

    Gostaríamos muito de contar com a sua participação e a dos seguidores de seu blog.

    Esta é uma campanha de todos os brasileiros patriotas e não de um ou outro blog.

    A campanha é de todos nós que queremos um país melhor para nossos filhos e netos.

    Detalhes em http://omundobythais.blogspot.com/ ou http://brasillivreedemocrata.blogspot.com/

    Divulgue esta idéia.

    O Brasil mais do que nunca precisa de você!

    ResponderExcluir