domingo, 18 de abril de 2010

A água da vida (comentário)




A fama dos SPAs para a saúde não é sem causa. Um bom SPA oferece variados tipos de hidroterapia. SPA vem do latim e significa “salute per aqua”, que traduzido é “saúde pela água”.


O filhote humano se desenvolve dentro da água no útero da mãe em meio ao líquido chamado “amniótico”. No início de nosso mundo, o planeta Terra era sem forma e vazio, havia trevas sobre a face do abismo e o Espírito de Deus Se movia sobre a face das águas. Ambos, o início da vida humana no planeta Terra e o início da vida de qualquer ser humano no ventre da mãe, relaciona-se com água.


Não é relaxante ouvir o som de um riacho, ou das ondas de uma praia? O som da água relaxa. Não experimentamos um relaxamento físico e até mental após um bom banho de chuveiro? A água relaxa. Como é agradável ingerir um copo de água fresca num momento de calor e sede! Reparou que nada refresca e sacia nosso corpo na hora da sede a não ser um copo de água pura? A água sacia a sede.


A inspiração diz: Se a Ele nos achegarmos com fé, Ele nos transmitirá pessoalmente Seus mistérios. Nosso coração arderá muitas vezes dentro de nós ao aproximar-Se alguém para comungar conosco, como fez com Enoque. 2 A comunhão com a água da vida faz nosso coração, às vezes, arder de alegria.


I. A água viva


Ao Jesus chegar ao poço de Jacó era meio-dia e Ele sentia fome e sede. Olhou para o fundo do poço e Sua boca se encheu de saliva. Pensou como tiraria água daquele poço fundo. Em seguida, chegou a mulher samaritana. Diz o texto inspirado que Jesus ficou tão animado com a oportunidade daquele trabalho missionário com ela que Se esqueceu da fome e da sede! Já ocorreu com você esquecer um desejo particular seu para testemunhar de Deus e Sua verdade para alguém?


Dias atrás, eu estava na casa de minha filha e meu genro. Era um sábado e estávamos justamente começando a almoçar. Eu estava com muita fome e a comida era apetitosa. Meu telefone celular tocou. Era uma pessoa angustiada pedindo socorro. Naqueles segundos, entre atender a ligação, pensar na minha fome, olhar para a comida atraente à minha frente, já no prato, e ouvir a pessoa do outro lado da linha, Deus foi trabalhando em mim. Perguntei à pessoa se ela poderia me chamar dentro de uma hora. Ela disse que estaria ocupada com algo e tinha só aquele momento para falar comigo. Deus venceu. Desliguei-me da fome e dei toda a atenção que a pessoa precisava naquele momento. Foi uma conversa um tanto demorada, mas Deus me ajudou a entregar a Ele minha necessidade de comida física a fim de que Ele pudesse me usar para ajudar uma pessoa aflita. A comida espiritual que recebi de Deus para poder ajudar alguém foi muito prazerosa. O senso de ter sido útil e ter feito o máximo que podia para auxiliar alguém, foi como água da vida para meu coração.


Preste atenção! Muitas vezes, o Senhor Deus o chamará para ajudar alguém numa hora em que você precisará morrer para si mesmo e se envolver na ajuda a um semelhante aflito. Isto faz parte do amadurecimento emocional e do crescimento espiritual.
Penso que a coisa mais maravilhosa do encontro do Senhor Jesus com a mulher samaritana tem que ver com o discernimento espiritual. A água da vida, Jesus Cristo, inundou a mente daquela mulher e ela respondeu a essa água fantástica que, só ela, sacia a sede mais profunda do coração. Magnífico Deus!


Como é na prática beber a água que Jesus oferece e gradativamente obter mudança de vida, de pensamentos, de reações emocionais, de convívio social? “Quando a pessoa se rende inteiramente a Cristo, novo poder toma posse do coração. Opera-se uma transformação que o homem não pode absolutamente operar por si mesmo. É uma obra sobrenatural. introduzindo um elemento sobrenatural na natureza humana.”3


Nosso passo fundamental nesse processo de beber a água que o Senhor Jesus nos oferece tem que ver com rendição inteira a Ele. E envolve sacrifício porque, quando Ele nos diz que devemos Lhe entregar algo, por mais inocente que pareça, vivemos, a princípio, um desprazer, que significa uma perda para nós: comida, bebida, atitude, comportamento, relacionamento, fantasias mentais. A entrega dói. A perda é real.
Mas veja o que é dito no texto acima: Deus opera uma obra sobrenatural introduzindo um elemento sobrenatural no corpo e mente da pessoa que faz a entrega. Maravilha! Isto é milagre! Só pode ser realizado por Jesus Cristo, a água da vida. Perdemos algo que dá prazer físico e/ou emocional, para ganharmos o que a samaritana ganhou: água da vida que faz com que deixe de existir a sensação de perda daquilo que entregamos, porque Deus implanta uma nova natureza em nosso ser. Um novo e saudável desejo.


II. As águas do batismo


O batismo espiritual deve ser algo diário, momento a momento, quando percebemos os impulsos pecaminosos que brotam de nosso interior e nos rendemos a Jesus Cristo, nos arrependemos em resposta ao toque do Espírito Santo mostrando nossa impureza, e desejamos ser libertos e purificados do pecado.


Os simbolismos na Bíblia, como o batismo por imersão, representam, na prática e de forma visível, nossa determinação e decisão quanto aos assuntos espirituais. Creio que mais do que para mostrar às pessoas da comunidade de que lado estamos, ao decidirmos pelo batismo por imersão, dizemos ao Universo, com essa atitude, que estamos do lado de Jesus, somos dEle e passamos a ser da família de Deus.
Mesmo sabendo que nossa natureza pecaminosa só será radicalmente eliminada e transformada por ocasião da volta de Jesus, há algumas promessas animadoras quanto à vitória sobre o pecado. Veja algumas:

“O Espírito Santo procura habitar em cada pessoa. Caso seja Ele bem-vindo como hóspede honrado, os que O receberem se tornarão completos em Cristo. A boa obra começada será terminada; os pensamentos santos, as celestiais afeições e os atos semelhantes aos de Cristo tomarão o lugar dos pensamentos impuros, dos sentimentos perversos e dos atos obstinados.”4  Veja que são mencionadas as três áreas do psiquismo humano: pensamentos, sentimentos (afeições) e atos (comportamento). Esse processo é para ser vivido agora, um dia de cada vez.


“O Espírito de Deus consumirá o pecado em todos quantos se submeterem a Seu poder.”5
“Os assaltos de Satanás são fortes, seus enganos, sutis; mas os olhos do Senhor estão sobre Seu povo. Sua aflição é grande, o fogo da fornalha parece prestes a consumi-lo; mas Jesus o apresentará como o ouro provado no fogo. Suas inclinações terrenas serão removidas, para que por meio deles a imagem de Cristo possa ser perfeitamente revelada.”6


III. Usos da água


Ao conhecer a Igreja Adventista do Sétimo Dia e a mensagem de saúde ensinada por esta igreja, eu já era  adulto, estudava na Faculdade de Medicina e tinha maus hábitos, como fumar e ingerir bebidas alcoólicas. Ao aprender a importância de beber água pura em jejum ao acordar, tentei praticar isto e foi difícil. Levantava de manhã, ia até a cozinha, pegava a água de um filtro de barro e não conseguia engoli-la.


Sentia náusea, enjoo. Pensei: por que isso? Nos dias e semanas seguintes, insisti fazendo assim: colocava dois dedos de água no copo e a ingeria mesmo com dificuldade e desprazer, pois eu havia entendido sua importância para minha saúde. Uns dois meses depois, percebi que meu estômago aceitava muito melhor aquela água pela manhã em jejum. Um novo hábito saudável foi desenvolvido e de anos para cá quando levanto de manhã e vou direto à cozinha, pois meu corpo “pede” água, e bebo com satisfação, em jejum pelo menos um copo cheio.


Tive que combater o bom combate, como diz o apóstolo Paulo, para a melhor hidratação de meu corpo. Tudo aquilo que nosso corpo realmente necessita dentro da fisiologia criada por Deus, o próprio organismo nos ajudará a praticar com prazer depois de algum tempo de treinamento e condicionamento no hábito saudável.
A água pura é necessária para hidratar o corpo, higiene pessoal, prevenir ou ajudar em problemas como cálculos biliares ou renais, infecções urinárias, e desintoxicação orgânica, prevenção de infecções por diferentes agentes, prevenir o ressecamento e envelhecimento precoce da pele, ajudar o brilho e a qualidade dos fios de cabelo, etc. Deve ser usada por fora e por dentro do corpo, como veremos na lição de quinta-feira.


Dois litros de água por dia (4 garrafas de 500 ml) sem estar no verão, é o recomendado. Tome-a longe das refeições. Não espere ter sede para ingerir água, pois a sede já é um tipo de alarme indicando que está faltando água.


Precisamos repor, cada dia, a água perdida pelo suor, fezes, respiração, urina. Em média, perdemos dois litros por dia, dependendo da temperatura ambiente e dos processos fisiológicos. Se essa quantidade não for reposta, o organismo começa a desidratar, e aumenta a intoxicação por causa das substâncias que seriam eliminadas, mas que, à falta de água, ficam retidas para não acentuar a desidratação e chegar  à falência.


Os rins são os dois grandes filtros de nosso corpo. Por eles são eliminadas as toxinas, via urina. Ingerindo pouca água, forçamos os rins a trabalhar em condições ruins para que consigam filtrar o sangue. Eles podem adoecer e até ficar cronicamente insuficientes, o que, em muitos casos, exige diálise renal, que é a filtragem do sangue mediante o uso de uma máquina.


IV. O poder da água


É muito interessante verificar como os fluidos em nosso corpo têm função tão importante para nossa saúde.


A saliva lubrifica o interior da boca, facilitando a fala e participa da formação do bolo alimentar, onde enzimas atuam sobre o alimento ingerido preparando-o para a absorção dos nutrientes que ocorrerá nos intestinos. A saliva contém agentes antibacterianos, como a imunoglobulina A, que destrói bactérias e previne cáries ao remover restos de alimentos e bactérias. Passam pela boca, cada dia, cerca de 1 a 2 litros de saliva produzidos pelas glândulas salivares.


O suor funciona como um refrigerador do calor do corpo, ou seja, serve para abaixar a temperatura corporal.


Consumir corretamente água é muito importante para o funcionamento de nosso organismo. Estudo feito na Inglaterra mostrou que a hidratação correta do paciente internado diminui em cerca de 20% o tempo de hospitalização. Reduz também em 97% os episódios de desidratação e em 100% as infecções que ocorrem dentro do ambiente hospitalar. Segundo este estudo, se os pacientes forem orientados a beber água regularmente, o governo inglês pode economizar cerca de 5 bilhões de liras (em torno de 14 bilhões de reais) em despesas com saúde. O estudo mostrou também que, mesmo que os pacientes hospitalizados tenham que viver algum desconforto para ingerir água (dor ao inclinar o tórax para beber a água, ou precisar urinar mais vezes), os benefícios para sua saúde são imensos.7


Nossos rins são uma maravilha da engenharia divina. Cada dia, os dois rins filtram perfeitamente cerca de 190 litros de água, que retorna purificada ao organismo. Sem esse eficaz processo de filtragem e reciclagem sistêmico, teríamos que beber 40 mil copos de água a cada dia e praticamente teríamos que viver no banheiro. Devemos beber água de maneira que consigamos urinar 4 ou 5 vezes ao dia uma urina clara.
É muito importante não ingerir água ou qualquer outro líquido junto com as refeiçõe,s para que se obtenha o máximo de absorção e digestão dos nutrientes dos alimentos. Coma devagar, mastigando bem os alimentos, permitindo que a saliva se misture com a comida. O líquido ingerido com a comida dificulta a digestão do alimento, pois, antes que a digestão se processe, o líquido deve ser todo absorvido. Isso retarda a digestão e diminui a produção de saliva. Se a pessoa ingere líquido gelado com a comida, o corpo paralisa a digestão para aquecer o estômago, pois as enzimas digestivas só funcionam bem em certa temperatura corporal. Por outro lado, um copo de água morna tomado uma hora e meia a uma hora antes de cada refeição ajuda a digestão.


V. Água como terapia


Os relatos da cura do cego de nascença, do paralítico, da mulher com hemorragia, entre outros, impressionam e nos trazem a informação e o exemplo da simplicidade da fé que produz restauração. Essas pessoas creram em Jesus. Só isso. Creram em Seu perdão, responderam positivamente ao trabalho do Espírito Santo, que as levou ao arrependimento e aceitação de Jesus com o Messias – Deus Magnífico, aceitaram Sua justiça percebendo a total necessidade de pureza interior e total desvalimento humano não só para obter cura física, como também a emocional e espiritual. E foram curadas. Maravilha! Beberam da água da vida, o Senhor Jesus Cristo!


Ellen White fala da simplicidade dos remédios de Deus, da simplicidade da fé. Água, tão maravilhosamente simples, produz muita cura. A saída está na simplicidade. “Temo que... sua mente se aparte da simplicidade que há em Cristo” (2Co 11:3).
Vejamos alguns tratamentos com água ou hidroterapia:


1) Banho de contraste quente-frio


Indicado para processos inflamatórios ou infecciosos e certas lesões. Tive vários inícios de gripe interrompidos com este tipo de banho. É assim: termine sua higiene pessoal no banho de chuveiro, fique sob água quente por três minutos e, em seguida, feche a quente e abra a água fria. Fique nela por um minuto (pode ser 30 segundos se for inverno rigoroso e a água estiver muito fria). Repita esta troca seis vezes, e termine com água fria. Isso ativa o sistema imunológico, tornando-o mais apto para combater vírus e bactérias.


Use este banho também para aliviar a dor de um membro, como bursite no cotovelo, etc. Prepare uma vasilha com água quente (o mais quente que a pele puder suportar sem se queimar), e outra com água gelada. Coloque a parte afetada por três minutos na água quente e um minuto na água fria, repetindo também 6 vezes e sempre terminando com a água fria.


2) Escalda-pés ou pedilúvio 


Indicado para dor de cabeça e hipertensão arterial. Coloque água quente num recipiente (o que você aguenta sem queimar) que contenha os dois pés ao mesmo tempo e com água até o meio da perna. Sente-se numa cadeira ou,  se não puder sentar-se, permaneça deitado. Coloque na testa uma compressa molhada com água gelada. Faça isto por 20 minutos duas vezes ao dia. Deixe uma chaleira ou panela com água quente pronta para repor a água dos pés, a fim de manter a temperatura, e pedras de gelo na vasilha em que você mergulha a compressa, para mantê-la fria, pois deverá trocá-la tão logo ela se aqueça na testa.


3) Aumento do fluxo de sangue no cérebro


Sabe-se de pessoas que sofrem de enxaqueca e obtiveram alívio ao aquecer as mãos com água morna.8


4) Hidroterapia para abstinência do álcool  


Um artigo relata os benefícios de banhos com água em torno de 18° C para pessoas com delirium tremens, tremor que ocorre em alguns alcoólicos ao se abster do álcool. Os banhos são recomendados duas ou três vezes ao dia. Os pacientes da pesquisa ficaram tranquilos por duas horas após cada banho. No tratamento de pessoas viciadas em qualquer droga, também ajuda muito a hidroterapia, que consiste em enrolar a pessoa num lençol embebido em água gelada e deixá-la deitada uns vinte minutos assim envolvida. Pode-se também fazer isto duas a três vezes ao dia. Ajuda a melhorar a agitação produzida pela abstinência da droga.9


5) Banho de assento – há o frio, o quente, o alternado.


a) Banho de assento frio


É revitalizante, refrescante para todos os órgãos do baixo-ventre. Combate a febre interna, melhora o tônus da bexiga e dos intestinos. Use uma banheira de assento ou vasilha em que você possa permanecer sentado com água do início da coxa até a altura do umbigo. Ponha água fria de 15 a 19 ° C. Tome este banho quando seu corpo estiver aquecido (após levantar-se da cama, depois de exercícios físicos ou após banho de sol). Sente-se lentamente na água fria e faça uma fricção forte no baixo-ventre com as mãos ou com um pano macio. Nas primeiras vezes, fique sentado no máximo um minuto, aumentando o tempo para dois a três minutos nas vezes seguintes. Em seguida, deite-se sob cobertores para se aquecer por uns 30 minutos.


b) Banho de assento quente 


É relaxante, reduz cólicas intestinais e menstruais, é desintoxicante, ajudando no funcionamento dos rins e fígado. Auxilia no tratamento da inflamação aguda da próstata. Ajuda a combater infecções do baixo-ventre como as infecções urinárias. Acrescente chá de cavalinha e dois copos de vinagre. Nas infecções dos órgãos genitais femininos, acrescente chá de tanchagem e vinagre. Coloque os pés numa bacia com água entre 37 e 38 ° C. O banho deve durar de 20 a 30 minutos, sempre mantendo a temperatura da água. Saia do banho e tome uma rápida ducha fria. Repouse por uns 30 minutos.


c) Banho de assento alternado 


Diminui a constipação intestinal (prisão de ventre) e hemorroidas. Consiga duas banheiras de assento ou outro recipiente. Numa, coloque água quente entre 39 a 40 ° C, e uma bacia com água entre 37 e 38 ° C para os pés. Na outra banheira, coloque água entre 15 e 19 ° C. Sente-se na quente por 5 minutos, colocando os pés também na referida água quente. Depois, mude para a água fria por alguns segundos, sem colocar os pés na água. Alterne três vezes e termine com a fria. Repouse por 30 minutos, deitado com cobertor.


Outras formas de hidroterapia são: lavagem intestinal, vaporização, gargarejo, ducha contínua, sauna seca e a vapor, ducha escocesa, hidroginástica, hidromassagem, etc.10


VI. Estudo adicional


Uma excelente forma de trabalho missionário pode ser ajudar pessoas da comunidade, irmãos nossos da igreja ou não, mas preferencialmente nossos irmãos e irmãs em Jesus, que carecem de água potável e necessitam ajuda para consegui-la. Os membros da igreja que têm automóveis ou outros veículos, podem auxiliá-los, montando um programa de ajuda que consiste em ir à casa deles, pegar as vasilhas de estocagem de água (ou fornecê-las para quem não as tem), ir a uma fonte confiável de água potável, encher os vasilhames e levá-los de volta. Pode-se manter este programa durante o tempo em que a pessoa sozinha não consiga obter boa água. Isto é também um trabalho médico-missionário o que significa ajudar a aliviar o sofrimento das pessoas, quaisquer pessoas, e apresentá-las a Jesus Cristo, o grande Médico.


Notas: O corpo de uma pessoa obesa apresenta 55% de água, enquanto que o de alguém com peso normal, é 70% água. (Goodman e Gilman 1970).



César Vasconcellos de Souza é Médico Psiquiatra Membro da Associação Brasileira de Psiquiatria.
Membro da American Psychosomatic Society.
Diretor Médico dos Ministérios Portal Natural www.portalnatural.com.br 
Professor visitante de saúde mental do College of Health Evangelism e do Institute of Medical Ministry, Wildwood Lifestyle Center and Hospital, Georgia, Estados Unidos.



Referências Bibliográficas:


2. Ellen G. White – O Desejado de Todas as Nações, p. 668, Casa Publicadora Brasileira, Tatuí, SP.
3. Ibidem – p. 324, Casa Publicadora Brasileira, Tatuí, SP.
4. Idem – Conselhos Sobre Saúde, p. 561, Casa Publicadora Brasileira, Tatuí, SP.
5. Idem  – O Desejado de Todas as Nações, p. 107, Casa Publicadora Brasileira, Tatuí, SP.
6. Idem – Profetas e Reis, p. 589, Casa Publicadora Brasileira, Tatuí, SP.
7. http://www.health4media.com
8. Brain Mind Bulletin (Boletim Mente Corpo) (5[11]1, April 21, 1980) Copyright 1980 Phylis Austin.
9. Journal of American Medical Association (Revista da Associação Médica Americana) (26:616, March 28, 1986) Copyright 1986 Phylis Austin.
10. “Você Pode Ter Saúde, Basta Querer”, Catharina Walzberg, p. 217-241, Editora Rocco 2003, Enciclopédia da Medicina Natural, Michael Murray e Joseph Pizzorno, p. 22, 382, 461, Andrei Editora, 1994.



Um comentário:

  1. "Em Deus ponho a minha confiança,
    e não terei medo"
    (Salmos 56:11)


    Quando enfrentamos lutas difíceis e quando as
    nossas forças parecem insuficientes para vencê-las,
    a melhor direção a tomar é buscar a direção de Deus.
    O SENHOR jamais perdeu uma luta e
    seguros estamos em Suas mãos.
    Todas as coisas cooperam para o
    nosso bem e edificação espiritual.
    A nossa vida é muito mais tranqüila e vitoriosa
    quando entregamos nas mãos do Senhor Jesus,
    todas as nossas principais decisões.
    Quando oramos por aqueles que nos perseguem e
    quando amamos os que sem causa se levantam
    contra nossas vidas, amontoamos
    brasas vivas sobre as nossas cabeças.
    Põe a tua confiança em DEUS e
    não tenha medo das adversidades.
    Deus Te Abençõe!!
    tenha uma boa noite

    Diacono Sergio

    ResponderExcluir